quarta-feira, 14 de outubro de 2009

dear max, dear mary








nestes dias, em que parecemos ter desistido de escrever cartas e os correios só nos servem para levantar encomendas, este é um filme de animação sobre a amizade por correspondência entre Mary, uma garota de Melbourne com 8 anos e Max, um solitário novaiorquino com síndroma de asperger.

para entrar nesta história, a porta é por
aqui e por aqui

2 comentários:

Saki disse...

Oh que delícia, vou já fazer publicidade, com os devidos créditos ;)

leonor f. disse...

gosto da teia que permite estes encontros felizes
:)